Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

domingo, 15 de abril de 2007

Casulo em chamas

Lucas C. Lisboa

O beijo da crisálida infecunda
corrói e fere alguma boca imunda
por essa sua acidez tão febril
vai causar um morticínio senil

Mariposa de aspereza profunda
de cancros e chagas a tez inunda
quelíceras ávidas e olhar vil
provocam dor e pesadelos mil

Arsênico nas páginas da bula
d'um elixir de Ambrósia destilada
Bater de asas ao papel repousou

Esse veneno que aos olhos pula
Morte que faz-se calma e aguardada
Do gargalhar mudo que findou

Enviar um comentário