Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Cidade-lua

Lucas C. Lisboa

Menino engenhoso
Vendo pássaros e penas
Fez voar papel

Querendo tão mais:
as núvens todas tocar
era seu intento

De feitura sua
muito bem arrematada
com precisos laços

trabalho ardoroso
feito por noites centenas
colado com mel

Penhasco foi cais
pr'ele para os céus zarpar
ao sabor do vento

Chegou até a lua
Com a sua pipa dourada
maior que seus braços

Malfadado pouso
entre casas tão pequenas
na cidade do céu

Nos tortos beirais
Moradas a se amontoar
sem ordenamento

Caido numa rua
da cidadela aluada
sem de vida rastros

9 comentários:

Bárbara Lemos disse...

Notei um tom de Chico.
Estarei eu tendo alucinações?

Bárbara Lemos disse...

Indiquei teu poema "Após" para o Prêmio Caneta de Ouro - Poesia "In Blog"
Se aceitar participar do concurso vc deve indicar 5 poemas tb
então dá uma olhadinha nas regras http://poemasdeandreluis.blogspot.com/2007/08/prmio-caneta-de-ouro.html#links

;)

Bárbara Lemos disse...

Indiquei teu poema "Após" para o Prêmio Caneta de Ouro - Poesia "In Blog"
Se aceitar participar do concurso vc deve indicar 5 poemas tb
então dá uma olhadinha nas regras http://poemasdeandreluis.blogspot.com/2007/08/prmio-caneta-de-ouro.html#links

;)

Ataualpa Pereira disse...

Alguém anda mudando o ponto da argila.

Mas eu gostei mesmo foi do "Ternurinha".

Um abraço!

Eduardo Vilar disse...

Ei Sr. Personna, tudo bom?
A B. do Devaneios e Loucuras indicou um poema meu pro Caneta de Ouro e acabei conhecendo o seu blog pelas indicações dela. Gostei bastante dos teus poemas e estou indicando o "Conto de Fadas" pro "Prêmio Caneta de Ouro - Poesia 'in Blog".
Como a B. disse, participando do concurso você pode indicar 5 poemas de outros blogs. Não é comulativo pelo número de indicações, então mesmo você tendo sido indicado duas vezes ainda são só 5 poemas.
Link das regras:
http://poemasdeandreluis.blogspot.com/2007/08/prmio-caneta-de-ouro.html#links
Também estou te linkando no meu blog.
abraços!

Unknown disse...

Sim, eu vou aceitar.

Mas você indicou a do poesia formada?
Porque eu fiz uma errata, se for o caso teria como corrigir?

Unknown disse...

Creio que tenha de ser uma poesia recente, datada de 2007. Se for esse o caso o Soneto não poderá ser incluso no concurso. "/

De qualquer maneira, estou com interesse em voltar com o Poesia Formada. Se houver interesse da sua parte, basta me avisar. Estou participando de um concurso de poesia e buscando outros para entrar. Seria interessante poder estar participando da mesma forma que antes.

Pode fazer contato pelo próprio PF ou e-mail.

Grande abraço.

Anónimo disse...

Obrigada pela indicação ao Caneta de Ouro. Só que o poema incidado por ti não é meu, foi escrito pelo meu noivo.

Chero!

Unknown disse...

Já olhei provedores para o Site, agora só falta a parte bur'r'ocrática. (Criar CNPJ blá, blá, blá)

Meu computador não está funcionando esses dias, talvez demore a responder.

Quero conversar com o Iago também para ver se há o interesse dele.

Grande abraço.