Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Bêbado Boêmio



Lucas C. Lisboa

Manhã de feriado
bebeu pela santa
e também tinhado
do capeta sem regra

Caminhando de lado
tropeça na penca
de cajá-do-diabo
sem querer encrenca

Pergunta embriagado
quanto cobra a quenga
de batom borrado
e saia flamenca

Mas é mãe de santo
que lhe joga praga
por ser tão errado
no sertão sem água

Enviar um comentário