Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

deus-menino


Lucas C. Lisboa

pois tenho que me gabar
do meu eu e de vocês
que formam um belo par
de meia-noite às seis

quero mesmo é surrupiar
rainha na folia de reis
e depois sodomizar
uma freira outra vez

eu quero montar um cagado
desses de veloz corrida
numa dança de congado

ou na asa duma fedida
fada com o pé quebrado
numa tarde ensolarada
Enviar um comentário