Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

domingo, 21 de outubro de 2012

Acelerado

Eu quero fundo
num gozo raro
e quero raso
num riso solto

Não sei se passo
ou não do ponto
no que eu aposto
sem um centavo

Eu quero à vista
do sonho cego
e quero à prazo
desregulado

Não sei se fico
num beijo morno
ou se me vazo
como um cachorro
Enviar um comentário