Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

terça-feira, 18 de junho de 2013

Protesto com Vinagre e Lágrimas

Não, não é apenas por vinte centavos
ou "só" pelo direito de ir e vir
É por tudo que nos faz os escravos
duma seleta elite ainda a sorrir

Oito horas de trabalho por salários
que se fossem piada fariam rir
Enlatados, viajamos num calvário
diário pro sustento garantir

Sabe quanto que vale meu vintém?
Vale muito mais do que seu valor
corrente, monetário e absoluto...

Vale o dever de não dizer amém
prum bando de bandido sem pudor
que trajando ternos mentem absurdos!


Enviar um comentário