Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Menina-raposa

Menina-raposa
seu corpo de flor
espinho e rosa
em perfume e cor

Menina-raposa
lhe sorvo o suor
de garoa nova
em tom sonhador

Menina-raposa
lhe provo o sabor
que tanto nos goza
em prazer e dor

Menina-raposa
sou seu caçador
de verso e de prosa
pecado e pudor






Enviar um comentário