Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 25 de julho de 2016

delicado equilibrio

Há pobres com seus milhões
e ricos que vivem de esmola
doutores tendo lições
com sabidos sem escola

Há machos bem grandalhões
mostrando como rebola
E moças com mais culhões
que deixam homens na sola

Pois nessa vida nessa terra
veja  bem, nada parece
com o que  realmente se é

Quando acerta que  se erra
na clara luz que anoitece
na mais puro cabaré

Enviar um comentário