Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

sábado, 23 de dezembro de 2006

Anarco-canibalismo

Lucas C. lisboa

Não perca essa pompa
enquanto eu devoro tua mão
que deu-me ao beijo
Enviar um comentário