Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 14 de maio de 2007

Poética e Flagelo

Lucas C. Lisboa

D'uma pura displicência
falhas crassas n'estrutura
mal-acabada indolência
n'uma débil estrutrura

2 comentários:

Ataualpa S.Pereira disse...

Rimas ácidas por demais para uma forma tradicionalmente melada. De qualquer forma, os tempos mudaram.

Sr. Personna disse...

É pingar vinho agre no melaço.