Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Você

Lucas C. Lisboa

Diga quanto de você
deixou ficar para trás?
presa nas minhas narinas
ou sobre minhas retinas

Diga quanto de você
deixou ficar para trás?
por todos os meus lugares
em todos os meus pares

Em um posto do correio
ou numa praça esquecida
se deixou ficar presente

faz parte do meu asseio
limpar lhe da minha vida
mas não sai por mais q'eu tente
Enviar um comentário