Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Obviedades

Lucas C. Lisboa

Co'ela eu descobri
muito de mim mesmo
que não podia imaginar.

Descobri verdades
óbvias que eu me
recusava a enxergar.

Descobri até mesmo
que feliz ao lado
dela eu posso ser.

Que existem verdades
além dos pesadelos
e sonhos ruims.

Descobri que posso
viver e saciar
toda minha fome.

Que eu posso até
me sentir completo
e também em paz.

Descobri o prazer
de lhe acariciar
e ver em seus olhos

e pensei que eu
no brilho que jamais
trocaria num olhar.

Cúmplices? Creio
que é só o começo...
Enviar um comentário