Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Aos leitores adormecidos nos trilhos

Lucas C. Lisboa

Dentro do vagão seguem assentadas
umas dezenas de almas entediadas
Eu, poeta, resgato tais leitores
com meus versos de riso humor e amores

Eu deixo novamente se encantadas
com as letras de minhas mil rimadas
e são pessoas que esquecem das suas dores
com poemas de tantas belas cores

Vejo a imaginação viajar de quem
não lia nada que não fosse colégio
ou faculdade que mandasse ler

Se me pagam com cobre ou vintém
digo que muito mais me vale o régio
prazer duma leitura reacender

Enviar um comentário