Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Versos e Flores


Lucas C. Lisboa

um romântico canalha
é que se diz poeta
que assim sem querer desperta
o amor com fogo de palha

faz da moça doce e certa
sua putinha de cangalha
e viseira sem que valha
à pena nessa sua festa

suspira ela apaixonada
e voz da mãe não diz nada
que ajuize sua cabeça

lhe dizem: pobre coitada
foi no verso enfeitiçada
por ele de quarta a terça!
Enviar um comentário