Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Com quantos pau-brasil se faz uma vanguarda?

Tome oh musa Liberdade
um gole de vinho escocês
uma taça de cerveja russa

só não me abusa
do azeite francês
ou da comida inglesa

Experimenta urucum na cara
tapioca na tigela

Te quero mameluca
filha do boto
minha meretriz cabocla

Oh musa Liberdade
se deita comigo
não como espelho italiano
mas como olho d'água
que reflete o canto de Iara

Quero ser vitória régia
e não só a última flor do Lácio
Enviar um comentário