Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Depois do Brinde

Havia uma sede de saliva
havia uma fome atrevida
De lhe fazer mais cativa
em vontade bem vivida
Enviar um comentário