Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Naufrágios

Escuta bem meu amor
você precisa repor
os barquinhos de papel
que deixou cá no painel

do meu carro pois ao sabor,
das trilhas do corredor,
entre montanha e mainel,
fez-se mar em nosso céu

Cada curva dessa estrada
naufraga um bravo barquinho
que você pôs na travessa

Volta minha artesã amada
quero suas mãos com carinho
pois eu lhe tenho pressa

Enviar um comentário