Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Instantes

Lucas C. Lisboa


dois pares de calças
atracam-se vorazmente
num xadrez chuvoso

duas xícaras sem alça
bebem o café fervente
num dia nebuloso

o par numa valsa
danca deliciosamente
no terceiro, o gozo

o casal abraça
o rijo pau reluzente
num labiar fogoso
 

5 comentários:

Sarah disse...

Foto apropriada ao poema. Gostei muito da descrição poética do fato. ^^

Nêssa disse...

gostei do xadrez chuvoso e das xícaras sem alças.
Muito bom.

Fabiano Rabelo disse...

xícaras sem alças... interessante

o que pode ser mais sexy que o acaso?

Wes disse...

Nossa Lucas, tão vivo, erótico... pude ver toda a cena... gostei... e a foto é bonita.

Wes disse...

Nossa Lucas, tão vivo, erótico... pude ver toda a cena... gostei... e a foto é bonita.