Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Carola


Lucas C. Lisboa

a moça de pele negra
mas olhos de céu nascer
seu sonho sujo renega
pro meu deleite e prazer

diz seu "não" a cada entrega
como quem sim quer dizer
ao falo e falar se apega
com vontade de morrer

desminto o que pastor prega
contra a fome de viver

servindo vinho na bodega
bem antes do entardecer

mas a culpa que lhe cega
é da pureza perder
Enviar um comentário