Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Eu

Lucas C. Lisboa

Meu nome é Lucas Lisboa
sou um poeta bem atoa
dizem que vim do parnaso
mas isso não vem ao caso

Minha poesia destoa
mesmo se meu metro soa
como um antiquado atraso
do trem moderno do acaso

Eu detesto Drummond
não gosto desse seu tom
maestral e filosófico
rigido como um estóico

Que dá conselhos com praso
de validade vencido
se dizendo metamórfico
moderno no cenozóico

Confesso que eu quero mesmo
assustar senhoras gordas
como me ensinou o Quintana
com e após seus cem sonetos

Quero o poema piada
contar história rasteira
Eu quero pegar a estrada
em plena segunda feira

Quero versejar bem livre
da jaula do verso livre
Eu sou toureiro e peão
laço versos co'a escansão

Quero brincar co'a estrutura
do verso mas sem postura
de conselheiro ou de vilão
mas amante por tesão







Enviar um comentário