Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Dia de chuva

Passei o meu dia à ferro
pra alinhar todo meu mundo
como se ele fosse um terno
que se molhou num dia frio

Tentei consertar meu erro
encher de nada o vazio
jurando que seria eterno
só por mais esse segundo

Eu queria ter no meu peito
um algo que desse jeito
de chamar de coração

Tenho é um vazio perfeito
um belo sonho desfeito
que me canta a solidão
Enviar um comentário