Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

domingo, 6 de janeiro de 2013

Juventude


Voz um pouco rouca, 
não fique sozinha, 
com essas garrafas, 
de vinhos sem safras. 

a tua linda boca, 
que não é só minha, 
beija o corpo meu, 
que não é só teu. 


Obs: Poema de minha autoria publicado originalmente no Poesia Formada em 2004. Redescoberto por encontrá-lo sem autoria num blog qualquer, gostei muito dos versos até perceber que eram meus! Parafraseando meu mestre Quintana: "Sinto-me capaz de fazer um poema tão bom ou tão ruinzinho como aos 17 anos."

Enviar um comentário