Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Noturno


toma-me com força
sou da chuva poça
de trocas veladas
e cartas marcadas

sonho que sou moça
de pele de louça
rara e bem cuidada
co'as roupas rasgadas

num toque faminto
por teus fortes dedos
nestes meus mamilos

mas, renego e minto,
seriam teus suspiros
nestes meus segredos?
Enviar um comentário