Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

D

Ao meu comando seu ato
tenho seu controle exato
de lhe  fazer abanar
seu rabo para me dar

Faz pose,  fica de quatro
q'eu pego chego e lhe engato
o tapa de avermelhar
as nádegas em seu  par

Dominá-la é meu  deleite
que lhe  faz beijar meus  pés
e pedir por mais desmandos

É minha caso se deite
ou levante de revés
com minhas ordens amando
Enviar um comentário