Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

S

Sim sou sádico  completo
sua submissão satisfaz
quando causo dor ao seu reto
jeito de ser tão  mordaz

Você meu verme abjeto
que sua dor tanto lhe apraz
É no seu farto intelecto
encontra a desculpa  eficaz

Mamilos  e pregadores
fazem santa dualidade
que me abrem bem o apetite

Por essa e mais tantas  dores
cada uma  sua  qualidade
e sabor cheio de requinte


Enviar um comentário