Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Terça-feira

Lucas C. Lisboa

Dia longo absurdo maldito infernal
De fato sou culpado pra tanto mal?
Se fosse, ao menos, teria uma paz
No prazer do mal feito que me apraz

Sei que não sou perfeito ou igual
ao principe de um conto de natal
Nem venho co'as boas novas que ele traz
e o fogo comigo se liquefaz

Eu só queria uma princesa rota
para dançar comigo toda valsa
mesmo que de nota desafinada

Eu só queria ter só mais uma gota
de chumbo derretido para a falsa
verdade que me faz alma penada
Enviar um comentário