Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

domingo, 20 de março de 2011

Caso Bombril - Mulheres Evoluidas?

Pesquise no twitter, em outras redes sociais que há um ENORME contigente de mulheres que identificou sim essas propagandas como feministas.

Essa abordagem é típica da lógica de mercado que assimila correntes culturais/ideológicas que lhe questionam em alguma medida. Essa campanha da Bombril discursando em um feminismo faz tanto sentido quanto comprar uma camisa com a estampa do Che Guevara na C&A.

O grande problema dessa propaganda é que ela foi recepcionada por uma parcela do público como uma propaganda feminista. E a propaganda prega que a mulher é a rainha do lar e os homens são cães sarnentos que merecem o pior tratamento.

Se isso se torna a visão que as pessoas tem do feminismo tudo fica muito complicado para a luta pela igualdade dos gêneros. Quero ver que homem vai escutar uma feminista depois de saber que ela acha que ele é um cão sarnento!

Chamar de cachorro e ameaçar com um jornal é a figura mais caricata que tem, lembra da caricatura da mulher de bobs e com o rolo de macarrão na mão? Pois é, igualzinho. Essa propaganda é puro fomento da guerra dos sexos e se traveste de feminismo.

Eu prefiro acreditar que algo que promova uma guerra dos sexos NÃO seja feminismo, porque se for eu lanço minha descrença absoluta em qualquer resultado positivo das conquistas feministas.

O feminismo conseguiu sim importantes progressos para a sociedade, porém e por isso mesmo foi assimilada pela indústria cultural que a tornou um produto assimilável pelas marcas e pelo estado.

O machismo típico e a sociedade patriarcal padrão receberam o feminismo de butique em suas fileiras. São muitas as mulheres que se seduzem com essa proposta que não  é senão um machismo travestido de feminismo.

A luta feminista em defesa dos direitos das mulheres corre o risco de ser corroída em suas bases uma vez que as mulheres acabam comprando como feminismo uma ideologia que prega papeis sociais rígidos, que prega diferenças sociais. Ao estabelecer a mulher como a Rainha do Lar e o homem como o Rei fora dele a Bombril advoga contra os interesses feministas se chamando de feminista!

Essa propaganda ilustrou bem essa questão que já vinha me incomodando. De um feminismo muito preocupado na defesa e aquisição das mulheres e pouco preocupado em discutir e os papéis sexuais de nossa sociedade.

Acredito que é impossível para homens e mulheres se libertarem dos grilhões dos papeis sociais de nossa sociedade sozinhos. De nada adianta uma lei maria da penha, meramente coerciva e punitiva, se ainda a sociedade dá ao homem a responsabilidade de ser o provedor da casa.

A célebre frase "Com grandes poderes vem grandes responsabilidades" pode ser invertida facilmente na mente de muitas pessoas. No momento em que você reforça a responsabilidade de cão guia, de macho alfa, de provedor de um homem ele vai querer também demarcar território

No momento onde a mulher só sai com o cara que lhe enche de presentes, busca de carro e paga o jantar o cara vai se sentir no direito de tratá-la como posse dele.

Enquanto for responsabilidade do homem realizar todo o processo de corte, ser a única parte interessada em sexo de uma relação ele vai ser a parte culpada de todos os crimes de assédio e abuso sexual.

Essa propaganda da Bombril veio para escancarar esse pseudo-feminismo que atravanca todo o processo de igualdade sexual e serve de linha guia para os movimentos que buscam a emancipação sexual de homens e mulheres perceberem que o inimigo não é tão simples e burro.

A guerra dos sexos é um inimigo de todos, não haverá paz, não haverá igualdade enquanto homens e mulheres não buscarem juntos sua emancipação.
Enviar um comentário