Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Aos inimigos a lei, ou como pedir o mínimo e ser recusado

Sempre que eu chego na rodoviária Novo Rio começa aquela perseguição dos taxistas e ajudantes oferecendo táxi. Antes eu só recusava e eles continuavam insistindo até dar no saco.  Descobri uma boa estratégia para reverter. Só pergunto vai ser no taxímetro e sem cobrar pela bagagem, somem na hora.

Para testar a eficácia parei na frente daquela galera de taxista que fica amontoado logo na saída literalmente lhe puxando pro carro deles e fiz a pergunta:

- Quem aqui me leva pra Tijuca no taxímetro? - Metade das mãos pararam de abanar pedindo minha atenção.

- Sem cobrar bagagem? - sumiram quase todas as mãos e falas agitadas

- Seguindo a rota do meu GPS? - onde antes havia uma balbúrdia treinou o silêncio sepulcral com vários olhares contrariados. 

Peguei minhas malas, dei boa noite e caminhei uns cem metros até o posto do lado da rodoviária e liguei o aplicativo. Em menos de um minuto estava embarcado indo pra casa.

Enviar um comentário