Publicação em destaque

Poeta e apenas poeta

Já me olharam espantados quando digo que sou poeta e só poeta. Que não canto, nem danço, nem atuo, nem pinto, nem bordo, que "só" ...

domingo, 31 de agosto de 2008

Ébria composição

Lucas C. Lisboa

Através, da fumaça cinzenta,
do conhaque marrom, lhe contemplo
e ela tão solitária se senta
pra sorver seu café a conta e tempo

Sua presença que já me atormenta
e a fumaça carrega plo vento
as delícias que a pena me intenta
murmurando-lhe meu triste alento

Quando lhe vi deixar eu não pude
de notar sua tez tão mais macia
que a mais doce das notas do alaude

palpitar de seu peito: harmonia
intocável por minha mão rude
incapaz para tal sinfonia
Enviar um comentário